Institucional

Newsletter C-Pack – Let’s Create: Projeto Aliança pela Vida

By 19 de abril de 2021 junho 11th, 2021 No Comments

Empresas de Santa Catarina se unem no combate à Covid

Campanha, que começou há quatro semanas, já arrecadou aproximadamente 4 milhões de reais

Desde o começo da pandemia até o meio do mês de abril, o Brasil chegou à marca de 361 mil óbitos causadas pela Covid, sendo que mais de 13 milhões de pessoas tiveram contato com o vírus. Os dados são do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass).

Diante deste cenário, é impossível acreditar que apenas o poder público daria conta de prover atendimento, medicamento e restabelecimento dos pacientes. Pensando nisso, 15 entidades de Santa Catarina entre empresas, organizações e associações se mobilizaram para promover a campanha “Aliança pela Vida”, que começou no mês de março. Até agora, foram arrecadados aproximadamente R$ 3,5 milhões.

Uma das empresas que está por trás desta iniciativa é a C-Pack Creative Packaging, líder na produção de bisnagas plásticas para cosméticos no Brasil e uma das maiores da América Latina. “Temos em nossos valores e propósitos a constante preocupação com o bem-estar de nossos colaboradores, principalmente para aqueles que não podem trabalhar em regime de home office porque atuam diretamente na produção dos tubos plásticos. E os cuidados em relação à saúde se estendem também para a família dessas pessoas”, aponta o fundador Luiz Gonzaga Coelho.

Gonzaga explica que a C-Pack tem uma profunda conexão com o associativismo e com o setor da saúde. “A nossa holding também possui uma forte atuação no segmento hospitalar e de biotecnologia e, por esse motivo, já estávamos antenados com a provável evolução do problema. Quando foi constatado que haveria um pico durante a pandemia, sabíamos que unicamente dobrar o número de leitos, não seria suficiente. Tanto que em nosso hospital da Grande Florianópolis saímos de 32 para 58 leitos de UTI, mas só isso não bastava”, destaca.

O fundador lembra que juntamente com a Federação das Indústrias de Santa Catarina, procuraram sociedade civil e o governo para que juntos pudessem criar estruturas de triagem, atendimento e tratamento. “Conseguimos nos mobilizar para desenhar esse projeto, que atualmente envolve empresas que atuam com telemedicina, acompanhamento de pacientes para evitar quadro inflamatório, deslocamento de UTI Móvel até a residência do paciente e comunicação com o Estado, caso fosse necessário transferir esse paciente para um hospital”, afirma.

Graças a essa campanha denominada “Aliança pela Vida”, foi possível levantar, em quatro semanas, aproximadamente 3,5 milhões de reais. “Precisávamos elaborar o projeto e encontrar fundos para financiar. Foi então que começamos a bater na porta de muita gente”, recorda.

O que fez esse movimento ganhar fôlego e agilidade na execução foi o fato de que um dos pilares que move a C-Pack é a responsabilidade em prover o bem-estar na sociedade da qual faz parte. “As instituições precisam entender qual a importância dela para o coletivo. Tudo o que fizemos de combate à Covid até hoje possui conexão com tudo o que acreditamos. Quem trabalha na C-Pack deve praticar valores quando eles estão retornando aos seus lares, assim como eles trazem e compartilham vivências e experiências com os demais da equipe. Essa preocupação faz parte da nossa missão e visão”, finaliza.

Ações ao longo da pandemia na C-Pack

O CEO José Maurício Coelho explica que desde o início da pandemia houve uma preocupação em mudar a equipe do administrativo para o home office. Gestantes ou pessoas do grupo de risco foram mandadas para casa o quanto antes. “Mas sempre com a preocupação de providenciar uma estrutura adequada para esse colaborador trabalhar”, destaca.

Quem atua diretamente na produção continuou a trabalhar, porque a C-Pack atende um nicho que é classificado como essencial e por esse motivo não pode parar. “Cercamos o nosso público com cuidados. Aumentamos as vans para transporte, realizamos medição de temperatura na entrada e instalamos divisões no refeitório”, destaca.

Os colaboradores já trabalham com luvas, com as máscaras tendo sido incluídas como item obrigatório, mas a empresa já realiza as suas operações em um ambiente controlado, devido às boas práticas de trabalho já adotadas.

A C-Pack também passou a fabricar embalagens de álcool em gel para clientes porque houve uma falta acentuada do produto no mercado. “Distribuímos gratuitamente 20 mil unidades em um volume maior para a comunidade, policiais e bombeiros, vigilância sanitária, postos de saúde e hospitais, mas a preocupação maior era com os nossos colaboradores, inclusive com alguns sendo testados mais de uma vez. Para se ter uma ideia, cada vez que alguém apresentava sintomas, testávamos todos os colegas ao redor. Fizemos mais de mil testes só no ano passado, pois tínhamos que dar segurança para as pessoas”, recorda.

Além do álcool em gel, a empresa se aproximou ainda mais da comunidade. “Na igreja do nosso bairro, realizamos doações de cestas básicas, leite e material de sustentabilidade. Temos como valor a constante preocupação com o aspecto social e ecológico, tanto na estrutura, quanto em nossas atividades e produtos”, conclui.

Doações de produtos

Álcool em gel para entidades da Grande Florianópolis e distribuição de álcool em gel para os colaboradores.

Em parceria com a Cottonbaby, foram distribuídos de 22 mil unidades de álcool em gel para entidades da região .

Cerca de 120 Kits de higiene e limpeza para a comunidade do Sertão do Maruim em parceria com a empresa Armacell.

 

Aliança pela vida em números (até 12 de abril)

As doações permitiram realizar 2.351 atendimentos. Foram encaminhados para a Unidade de Pronto Atendimento cinco pacientes, 11 foram direcionados para hospitais e em domicilio, 121. Por meio de telemedicina, foram realizados 2.214 procedimentos e 137 pacientes receberam cuidados em UTI Móvel. Também foram realizados 2.351 testes, sendo que 20% resultaram negativo, 52% positivo e ainda 28% dos testados permanecem aguardando.

Empresas participantes

Fizeram parte da campanha as seguintes empresas e associações empresariais: ACIF, Engie, CDL Florianópolis, Sinduscon, ACATE, DASA – Santa Luzia, Associação Empresarial da Região Metropolitana da Florianópolis (AEMFLO), FIESC, Floripa Sustentável, Intelbras, C-Pack, Associação Catarinense de Medicina (ACM), OAB Santa Catarina, e Hospital SOS Cardio.

Leave a Reply